Anúncio
barras

Terror em Barras: Quadrilha fortemente armada invade escola agrícola, rende alunos e leva todos os computadores

Haroldo

14/05/2019 21h19
Por: Ananias Araujo
Fonte: cartapiaui
1.583

Neste momento a cidade de Barras vive um clima de terror: três bandidos fortemente armados, que podem ser integrantes da turma do chefe de quadrilha Haroldo Pereira de Araújo, que a polícia ainda não conseguiu prender, invadiram dois colégios e colocaram alunos sob a mira de suas pistolas na noite desta terça-feira (14).

Uma das escolas (Colégio Agrícola, onde funciona o Pronatec) fica localizada na vila frança, com aulas em período noturno, zona afastada do centro da cidade situada na região norte do Piauí. A polícia cercou o bairro, mas ainda não conseguiu capturar os meliantes.

Apavorados, moradores relatam em áudios espalhados nas redes sociais que os bandidos levaram computadores, televisores, dezenas de celulares, dentre outros aparelhos eletrônicos do colégio e dos estudantes.

Autoridades da cidades de  Nossa Senhora dos Remédios, Porto, Barras, Campo Largo e São João do Arraial temem que uma tragédia possa acontecer a qualquer momento.

Perigoso: 

Conhecido por tocar o terror na região norte, Haroldo assaltou e agrediu um idoso há 45 dias e mandou dizer que vai matar o Tenente Sabóia Júnior, comandante do Grupamento da Polícia Militar (GPM) de Nossa Senhora dos Remédios.  

Foragido há um mês,o chefe do bando continua abordando moradores de algumas localidades e feito novas ameaças de, deste vez, "invadir escolas, matar alunos e servidores para depois cometer suicídio", relatam áudios espalhados nas redes sociais em sinal de alerta pela população. A Polícia Militar realiza operação para prendê-lo.

Aguarde mais informações...........

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários